Constelação familiar

A constelação familiar é um método utilizado para a solução e/ou ampliação de uma questão, ou seja, quando a pessoa a procura, todo o grupo que pode estar envolvido no problema é trabalhado e, com isso, todos têm um retorno positivo no seu cotidiano.

O principal objetivo da constelação familiar é trazer a consciência às influências que temos em nossas relações familiares. Nessa técnica, é possível descobrir problemas, hábitos e interferências em nossas vidas de gerações anteriores, que atuam em níveis que nem sequer imaginamos.

A constelação atua no campo morfogenético (memória familiar), o que significa dizer que a constelação influencia todos que fazem parte da família. E novos insights continuarão acontecer após o trabalho da constelação.

Ela estuda e pode desbloquear emoções e energias que, consciente e inconscientemente, acumulamos.

Escolha um assunto que seja emocionalmente importante e tenha claro o seu motivo para constelar um tema. Você vai passar a ver seu assunto/problema em outra perspectiva e pode experimentar uma sensível tranquilidade em relação ao momento anterior a sua constelação.

Importante lembrar que, a constelação mostra o caminho provável a ser seguido pelo cliente, mas ela não é mágica e nem pode sozinha dar os passos necessários para alcançar os bons resultados. A caminhada sempre cabe ao paciente trilhar, por mais complicada ou dolorosa que ela possa ser. O poder da transformação está dentro da pessoa que busca a mudança!

Alguns temas que são trabalhados na constelação familiar:

  • Separações que causaram traumas; 
  • Exclusão de membros da família; 
  • Desordem na hierarquia dentro da família; 
  • Segredos de família, traições, filhos não reconhecidos, crimes, etc.; 
  • Violências dentro e/ou fora da família; 
  • Perdas trágicas na família; 
  • Abortos; 
  • Problemas de saúde, como depressão, ansiedade, síndrome do pânico etc;
  • Conflitos familiares (pais, filhos, irmãos, tios, avós);
  • Dificuldade em lidar com a perda de parentes, pessoas queridas ou parceiros;
  • Conflitos entre casais;
  • Dificuldade em relacionar-se de uma forma geral;
  • Dificuldade em expressar-se e comunicar-se;
  • Dificuldade em tomar decisões; 
  • Problemas financeiros ou com os negócios;
  • Questões jurídicas que envolve cônjuges, companheiros, filhos entre outros;
  • Qualquer questão que leve ao sofrimento e não estejam sendo  encontrados caminhos para a solução.

A reconciliação começa em nossa alma. Quando o que quer que seja que rejeitamos, ou do qual temos vergonha é reconhecido e mesmo amado, então, nós podemos nos tornar mais completos e em paz. (Bert Hellinger)

⁠”Isso de amar sem esperar nada em troca, é bonito nos contos de fadas. Mas na vida real, um amor maduro exige um delicado equilíbrio entre dar e receber, pois tudo aquilo que não é mútuo, é tóxico.” Bert Hellinger

WhatsApp chat